Rugas – o que há de mais moderno

Rugas – o que há de mais moderno

A medicina estética vem evoluindo continuamente ao longo dos anos. Até a algum tempo, a procura do corpo perfeito limitava-se a dietas da moda, cremes com promessas e resultados duvidosos e aparelhos sem eficácia determinada. Gastava-se muito dinheiro e os resultados não eram os esperados. Porém, como resultado de investimentos, por parte das grandes “indústrias da beleza”, as técnicas vêm sendo pesquisadas exaustivamente e modernizadas, proporcionando às pessoas os tão desejados resultados.

Introdução

Nesse artigo, abordaremos o que há de mais novo no tratamento das rugas. É importante lembrar que além dessas terapias, é de extrema importância que se mantenha uma dieta saudável e se pratique atividades físicas, para controle do acúmulo de gordura e do ganho de peso, e também a adoção de práticas de proteção da pele contra a ação do sol e outros agentes lesivos. Além disso, sempre consulte um dermatologista, pois esse é o profissional que está apto a determinar o melhor tratamento e orientação para o seu caso.

Rugas

As rugas, enquanto sinal de envelhecimento da pele, exercem um importante impacto social, principalmente porque as pessoas estão vivendo mais e estabelecendo um maior círculo de relacionamentos sociais. As rugas são vincos que aparecem na face e no pescoço, devido a uma flacidez da pele e dos músculos, ou por uma expressão muito forte em certos locais, o que leva a uma dobra da pele.

As rugas podem ser de dois tipos:

Rugas de expressão: resultam de uma acentuação das pregas normais da pele. Como exemplos temos os “pés de galinha” e aquelas pequenas rugas ao redor dos lábios.
Sulcos: ocorrem devido ao afrouxamento da pele e da musculatura da face. A gravidade exerce um papel nesse afrouxamento.
Sem sombra de dúvida, a melhor maneira preventiva, a longo prazo, para o surgimento das rugas é a manutenção de um hábito de vida saudável, que inclui:

Alimentação equilibrada, com grãos, frutas e vegetais frescos
Prática diária de atividade física
Redução do estresse
Cessação do tabagismo
Além dessas medidas, o cuidado diário da pele é essencial. Recomenda-se não lavar tão freqüentemente o rosto com água de torneira, pois assim se retira a oleosidade e a hidratação naturais da pele. Além disso, a água clorada aumenta o risco de rugas. Lavar o rosto uma ou duas vezes ao dia é suficiente. Na limpeza da pele da face, utilize um sabão neutro, contendo hidratante. Evite os sabões alcalinos e com desodorantes. Seque bem a pele e aplique um hidratante à base de água. Use sempre filtro solar, mesmo se a exposição ao sol for pequena. Evite o uso de bebidas alcoólicas até três horas antes de dormir, pois o álcool favorece a saída de líquido dos capilares para a pele, e essa saída é maior enquanto estamos deitados. Se possível, durma de barriga para cima, pois isso reduz os efeitos da gravidade.

– Antioxidantes

Os antioxidantes atuam neutralizando os radicais livres, que são substâncias capazes de lesar as células. Quando a pele é exposta ao sol, os antioxidantes são eliminados, devendo ser repostos. Eles podem ser utilizados em cremes ou loções para uso local ou ser ingeridos por via oral, porém, os estudos mostraram que apenas o uso local tem efeito no tratamento e prevenção das rugas. Ao contrário dos protetores solares, os cremes com antioxidantes acumulam-se na pele e não são eliminados, oferecendo uma proteção mais duradoura. Os mais utilizados são:

Vitaminas: a vitamina A é um importante protetor da pele contra os efeitos da radiação ultravioleta, e foi provado que ela atenua o envelhecimento da pele. A vitamina C também mostrou reduzir as rugas e aumentar a espessura da pele, mostrando eficácia semelhante à vitamina A e ao laser. Com relação à vitamina E, alguns estudos sugeriram que ela reduz a aspereza da pele, o comprimento das linhas de expressão e a profundidade das rugas. Lembrar que os antioxidantes exercem efeitos apenas quando usados em produtos para aplicação local.
Selênio: ainda não se sabe se exerce efeitos benéficos em seres humanos.
Coenzima Q10: reduz a produção dos radicais livres. Potencializa a ação da vitamina E, e os estudos mostraram seus benefícios na prevenção do envelhecimento da pele induzido pela exposição ao sol. É eficaz também na redução da profundidade das rugas.

Saiba mais: Proteína asiática funciona

Procianidinas: são antioxidantes que prolongam a ação das vitaminas C e E. Levam à desaceleração do envelhecimento cutâneo, melhoram a circulação local e o sistema imune.
Ácido Ursólico: além de seu efeito antioxidante, ele inibe a enzima elastase, que está relacionada ao surgimento das rugas.
Fitoestrógenos (isoflavonas vegetais): ainda não existem estudos em seres humanos, mas em laboratório eles mostraram benefícios para a pele.
Ácido Lipóico: além de ser antioxidante, ele potencializa a ação de outros agentes desse grupo.
Resveratorol: derivado de plantas, além de ser antioxidante também pode inibir enzimas envolvidas no aparecimento das rugas.
L-carnosina: é um novo e promissor agente no tratamento das rugas, já que protege a pele contra os radicais livres e os radicais carbonílicos. Além disso, é capaz de reverter algumas das lesões causadas por esses agentes.
Taurina: além de antioxidante, essa substância neutraliza um ácido que é responsável pelo enrugamento precoce da pele.
Ácido agarícico: é um dos agentes mais novos no tratamento das rugas; ele inibe os processos iniciais de formação das rugas.
– Alfa-hidróxiácidos e Esfoliação

Incluem os ácidos glicólico, cítrico e lático. Eles atuam nas camadas superficiais e profundas da pele, levando à descamação e promovendo a renovação de todas as camadas da pele. É a chamada esfoliação.

A esfoliação deve ser feita com materiais levemente abrasivos e sabões que contém ácido salicílico, promovendo a remoção da pele antiga e o crescimento de uma nova pele. O movimento de aplicação deve ser perpendicular à linha da ruga. Utilize materiais de limpeza que contenham microesferas. Evite materiais orgânicos, como esponjas, pois podem conter bactérias. Evite também produtos que contenham casca de noz pulverizada ou sementes de damasco, pois elas podem fazer cortes microscópicos na pele.

A resposta a esses agentes é bastante variável, e existem riscos: queimaduras, coceira, dor, cicatrizes. A ocorrência desses efeitos depende da concentração do ácido utilizado. Se qualquer reação ocorrer, o uso do produto deve ser interrompido imediatamente. Importante lembrar que, durante o uso, a pessoa deve evitar a exposição ao sol e sempre utilizar protetor solar.

Existem ainda os alfa-hidróxiácidos de segunda geração, sendo a gliconolactona a principal deles. Além das atividades dos agentes citados anteriormente, essas substâncias apresentam um maior poder hidratante. Sua ação de ácido é atenuada, podendo ser utilizado em locais de pele mais sensível como os contornos dos olhos e dos lábios. Também apresentam ação antioxidante.

Foi desenvolvida também uma terceira geração, que inclui o ácido lactobiônico. Sua ação hidratante é mais profunda, tornando-o um agente específico para o tratamento dos sinais do envelhecimento e rugas dos locais de pele mais sensível. Quando aplicado na pele, ele tonifica a pele e reduz os sinais do envelhecimento (incluindo as rugas).

– Outros produtos para a pele

Peptídeos de cobre: os compostos de cobre podem ajudar a proteger e reparar a pele. O cobre só deve ser utilizado em produtos que também contenham peptídeos, pois ele sozinho é tóxico. Existem vários produtos no mercado.
Furfuriladenina: é derivada de plantas; ainda não foi estudada em seres humanos, mas parece reduzir os efeitos do envelhecimento na pele.
Sistema de Recuperação TNS: desenvolvido para tratamento de queimaduras, é composto por vários produtos. Parece eliminar as rugas, com eficácia significativa.
– Hidratantes

Exercem vários benefícios na pele, mas não têm benefício nas rugas especificamente.

– Ressurfacing

É o mesmo que esfoliação. Garante a remoção da pele anormal, o estímulo ao crescimento de uma nova pele e à produção de proteínas importantes para o tônus da pele. Pode ser realizado em várias profundidades, cada uma com seus riscos inerentes. Além disso, são vários os mecanismos que podem ser empregados.

Na escolha do tipo de procedimento, a idade da pessoa é um fator importante. Em pessoas com idade mais avançada, a combinação de métodos parece ser mais benéfica, pois o tratamento fica mais individualizado. Um exemplo é o uso do laser ao redor dos lábios e de substâncias químicas no restante da face.

No peeling químico, são utilizadas substâncias químicas que promovem a descamação da pele anormal. Pode ser feito em três graus de profundidade. No dia seguinte, formam-se crostas nos locais da aplicação, que são removidas gentilmente com água e sabão. A regeneração da pele depende da profundidade do tratamento, podendo levar de 7 dias a 1 mês. Durante o tratamento, a pele fica extremamente sensível, de forma que a exposição solar deve ser evitada e o protetor solar utilizado obrigatoriamente. Não pode ser feito ao redor dos olhos.

A dermabrasão é útil na remoção de marcas, como cicatrizes profundas de acne, e de rugas profundas. Também não pode ser feita na pele ao redor dos olhos. Na técnica padrão é utilizada uma lixa que remove as camadas mais superficiais da pele. A evolução é semelhante à do peeling químico. Na técnica de microdermabrasão, é utilizado um jato de pequeninos cristais, que têm a função de “polir” a pele. O retorno à vida cotidiana é mais rápido e as reações são mais leves. Porém, são necessárias várias sessões.

As técnicas de ressurfacing com laser são as mais eficazes na remoção das rugas, atualmente. O procedimento bem sucedido consegue rejuvenescer a pessoa em aproximadamente 10 a 20 anos, e os resultados duram por até 10 anos. Pode ser realizada nas áreas ao redor dos olhos e da boca, porém isoladamente não consegue eliminar os “pés-de-galinha”. Podem ser usados lasers de gás carbônico, Erbium ou o fotorrejuvenescimento (procedimento mais leve). O fotorrejuvenescimento pode ser usado no tratamento das rugas da face e utiliza um laser com menor energia. Assim, ele estimula a pele, mas não remove os tecidos; por isso, seus resultados são menos pronunciados. Pode ser usado em locais de pele delicada, e não causa irritação.

A técnica de ressurfacing com radiofrequência é nova e promissora, podendo ser tão eficaz quanto o laser e com a vantagem de causar menos dor e recuperação mais rápida.

– Toxina Botulínica

Realizado com a injeção de uma toxina na pele, tendo ação de relaxamento muscular ao redor das rugas. É útil nas rugas da fronte, no tratamento dos “pés-de-galinha”, ao redor do nariz e na região entre o lábio superior e o nariz. As injeções devem ser realizadas mensalmente. Pode reduzir a capacidade de o paciente franzir a testa e pode fazer com que os cantos da boca voltem-se para baixo.

– Implantes

Vários materiais têm sido utilizados no tratamento das rugas profundas, depressões abaixo dos olhos, alterações nos lábios. Podem ser usados vários produtos e, o mais comentado nos últimos tempos, é o polimetilmetacrilato (PMMA). É a chamada bioplastia. São técnicas de preenchimento, nas quais a substância injetada estimula a produção de colágeno (uma proteína muito importante para a pele). Os efeitos colaterais são principalmente devidos a alergia ao produto.

– Cirurgia Plástica

A principal técnica é o lifting facial (ritidectomia). Essa cirurgia faz com que a pessoa adquira um ar mais jovial, não necessariamente mais jovem. Porém, os resultados dependem de vários fatores, como: idade, estrutura dos ossos da face, tipo de pele, hábitos pessoas (tabagismo, banhos de sol). Existem complicações, sendo a mais comum o hematoma. Para os olhos, é realizada a blefaroplastia (é como se fosse o lifting dos olhos). Os resultados duram de 5 a 10 anos.

7 CAUSAS DO RESSECAMENTO DOS PÉS

7 CAUSAS DO RESSECAMENTO DOS PÉS

O RESSECAMENTO DOS PÉS
O ressecamento dos pés pode causar fissuras e rachaduras que além de comprometer a aparência saudável da pele, causa ardência e dor. Para tratar, prevenir o ressecamento e garantir a hiperhidratação dos pés, confira os fatores mais comuns que contribuem com o ressecamento da pele:

Leia também: pé ressecado tratamento caseiro

Dicas para evitar o ressecamento da Pele:
Banho muito quente e demorado. A água acima de 35°C remove toda a camada de gordura da epiderme e os efeitos, como pele esbranquiçada, sem brilho e com rachaduras, logo surgem.
Sabonetes. Os sabonetes contém em suas fórmulas desengordurantes que retiram a camada de gordura que hidrata a pele. Para não agredir a epiderme, prefira sabonetes líquidos, neutros ou que contenham hidratante em suas fórmulas.
Usar o creme hidratante errado ou de forma incorreta. Para hidratar os pés não adianta usar qualquer tipo de creme, pois a pele da sola do pé e do calcanhar é mais grossa e precisa de um produto concentrado e específico para área. Usar o hidratante em qualquer hora do dia também não é o ideal, o melhor momento para hidratar os pés é logo depois do banho, pois eles estão limpos e os queratinóides que compõe a camada externa da pele estão mais maleáveis, permitindo uma melhor absorção.
Uso de lixas. Para afinar a pele do calcanhar muita gente usa lixa, mas especialistas afirmam que ela pode causar o efeito contrário e endurecer a pele ainda mais.
Doenças. Algumas doenças como a diabetes, hipotireoidismo, psoríase e má nutrição podem apresentar como sintoma o ressecamento dos pés. Nesses casos, é importante tratar a doença e hidratar a pele com produtos indicados por um médico.
Idade Avançada. Na melhor idade o corpo diminui a produção das glândulas sebáceas, reduzindo também a gordura da pele, que se torna cada vez mais seca e sem elasticidade. Para amenizar o sintoma é preciso tomar bastante água e usar cremes hidratantes.
CONHEÇA O CREME DE PARAFINA SHINSEI:
Sua fórmula foi elaborada para proporcionar alta hidratação dos pés, recuperando a textura elástica da pele e deixando-a macia e suave. Se usado em conjunto com o Creme Alta Hidratação Shinsei, seus efeitos se intensificam. Diga adeus às fissuras e rachaduras de calcanhar. Não contém Ureia, (segundo pareceres técnicos da ANVISA, através da sua comissão técnica – CATEC – Câmara Técnica de Cosméticos, a Uréia tem facilidade de atravessar a barreira placentária, assim como pode degradar em amônia).

DERMATOLOGISTA ENTREGA 4 TRUQUES

DERMATOLOGISTA ENTREGA 4 TRUQUES

Veja 4 truques para conquistar e manter uma pele saudável e bonita

Médica formada pela Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte (CE), com residência em Clínica Médica pelo Hospital Central Coronel Pedro Germano (RN) e residência em Dermatologia pelo Hospital Universitário Onofre Lopes (UFRN). É membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e atua na área de dermatologia clínica e cirúrgica, cosmiatria e laser na cidade de Natal/RN.

VEJA MAIS
A pele ideal é aquela que você vê no espelho e se sente satisfeita. Para uns, é um rosto sem manchas, para outros, uma face livre de espinhas e oleosidade excessiva. Como a beleza é relativa, o Dermaclub conversou com a dermatologista Mylenne Torres, da cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte, que explicou quais são os 4 hábitos indispensáveis para incluir em sua rotina de cuidados para conquistar e manter a pele dos seus sonhos. Confira!

Leia também: Pele saudável

1) A limpeza da pele é o primeiro passo na rotina de cuidados
A especialista afirmou que higienizar a pele é muito importante. “Ao acordar e à noite, depois do demaquilante, aplique um sabonete específico, seguido de tônico ou água termal”, pontuou, afirmando que esfoliantes que removem células mortas devem ser usados, pelo menos, uma vez por semana. Além disso, procure seu dermatologista para receber indicações de uma limpeza de pele mais profunda, realizada em consultório.

2) A melhor amiga do corpo é a hidratação
Muitos problemas de flacidez e falta de viço na pele se dão devido à desidratação. Além do uso de cremes específicos para mãos, pés e corpo – desenvolvidos para atender as necessidades de cada área especificamente -, é importante ingerir pelo menos dois litros de água por dia. “Beber líquidos, principalmente água, favorece a eliminação de toxinas”, explicou.

3) Proteger a pele dos efeitos do sol é primordial na prevenção do câncer de pele
A pele deve ser protegida diariamente contra os raios UVA e UVB, responsáveis pelo envelhecimento precoce, surgimento de manchas, dermatites, sardas, flacidez e até mesmo o desenvolvimento do câncer de pele. O FPS mínimo indicado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia é igual ou superior a 30, além disso, o produto deve ser reaplicado a cada duas horas.

4) É importante retirar a maquiagem por completo da face
Segundo a médica, os produtos usados para o make podem obstruir os poros. “Dependendo da frequência em que são aplicados, o acúmulo de resíduos promove oleosidade e, consequentemente, cravos e espinhas. Sem contar que muitas pessoas acabam agredindo a pele aplicando os cosméticos de maneira errada”, esclareceu, alertando que restos de produto na face aceleram o processo de envelhecimento. “Para compor a rotina, aplique o demaquilante assim que chegar em casa, antes do banho ou de dormir”, indicou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Micose e outras doenças de pele: descubra como tratá-las e previna-se!

Micose e outras doenças de pele: descubra como tratá-las e previna-se!

Uma das causas da micose é a exposição ao calor e umidade com retenção de suor. a seguir, você confere como se prevenir ou tratar essa e outras doenças de pele!
problemas de pele Por Paula Santana – 31/12/2017É sempre muito importante buscar o auxílio de um dermatologista caso a pele apresente algum sintoma diferente. FOTO: Shutterstock
No inverno é normal tomarmos banhos quentes e mais demorados, bebermos poucos líquidos, dentre outros hábitos que a estação mais fria do ano traz. Por isso os cuidados com a pele no inverno devem ser redobrados, já que, nessa época, é comum o surgimento de doenças na região. Confira alguns dos problemas de pele mais comuns e e aprenda como tratar cada uma deles!

Dermatite atópica
Se trata de uma doença crônica que causa inflamação da pele, levando ao aparecimento de lesões e coceira. A Dermatite Atópica afeta, em geral, indivíduos com história pessoal ou familiar de Asma, Rinite Alérgica ou Dermatite Atópica. A causa exata da doença ainda é desconhecida. Não é uma doença contagiosa, é de origem hereditária. A Dermatite Atópica é bastante comum e afeta de 10 a 15% da população, em alguma época da vida. Geralmente aparece no primeiro ano de vida. A partir daí o quadro pode se tornar crônico, com períodos de melhora e piora. A evolução da doença é favorável na maioria dos casos, sendo que aproximadamente 60% das crianças, apresentam diminuição ou desaparecimento completo das lesões na adolescência.

Leia também: 5 Problemas de pele

Alguns fatores desencadeantes da dermatite atópica são: pele seca, poeira, produtos de limpeza em geral, roupas de tecido sintético, frio e/ou calor intensos, infecções e estresse emocional. No tratamento, a hidratação da pele é muito importante, devendo-se evitar sabonetes quimicamente agressivos, buchas e banhos quentes. Logo após o banho, com a pele ainda úmida, devem ser usados hidratantes para evitar o ressecamento. As lesões são tratadas com o uso de cremes e pomadas à base de corticosteroides ou outras substâncias que ajudam no combate à inflamação

Micoses
No frio cobrimos pés e mãos com meias e luvas. Ambientes fechados, úmidos e quentes para garantir aquecimento são ambientes propícios para o surgimento das micoses. As micoses superficiais da pele, em alguns casos chamadas de tineas, são infecções causadas por fungos que atingem a pele, as unhas e os cabelos. Os fungos estão em toda parte e podem ser encontrados no solo e em animais. Até mesmo na nossa pele existem fungos, que convivem conosco sem causar doenças. A queratina – substância encontrada na superfície cutânea, unhas e cabelos – é o “alimento” para estes fungos. Quando encontram condições favoráveis ao seu crescimento, como: calor, umidade, baixa imunidade ou uso de antibióticos sistêmicos por longo prazo (que alteram o equilíbrio da pele), estes fungos se reproduzem e passam então a causar a doença.

A prevenção se faz através de hábitos simples como: enxugar bem as áreas de dobras e entre os dedos dos pés, não andar descalço em pisos constantemente úmidos (lavapés, vestiários, saunas) e usar somente o seu material de manicure. O tratamento é feito com medicações tópicas e/ou orais e deve ser sempre orientado por um dermatologista.
problemas de peleCoceira e vermelhidão na pele são sinais de que é preciso marcar uma consulta médica o quanto antes. FOTO: Shutterstock
Raio-X da micose
Causas: exposição ao calor e umidade com retenção de suor.
Sintomas: coceira intensa, manchas brancas ou descamação.
Prevenção: manter a região genital, pés e axilas sempre secos.
Tratamento: medicamentos via oral. Se for micose localizada, como frieiras, use pomada ou spray antimicótico.
Riscos: o fungo da micose não traz danos à saúde e é de fácil controle.

Dermatite seborreica
Conhecida também pelos nomes de seborreia ou caspa – é uma afecção crônica que se manifesta em partes do corpo onde existe maior produção de óleo pelas glândulas sebáceas. Ela se manifesta sob a forma de lesões avermelhadas que descamam e coçam, principalmente no couro cabeludo, sobrancelhas, barba, perto do nariz, atrás e dentro das orelhas e no peito. A Dermatite Seborreica não é contagiosa.

Não existe tratamento para a cura definitiva da dermatite seborreica. Porém, existem medicamentos específicos para a pele e o couro cabeludo capazes de controlar os sintomas como xampus, loções e cremes de uso tópico.

Psoríase
É uma doença inflamatória que atinge aproximadamente 2% da população. Não se trata de uma doença contagiosa. Tem períodos de melhora e piora, sendo caracterizada por placas vermelhas com descamação, que podem aparecer em qualquer parte da pele, principalmente no couro cabeludo, cotovelos, joelhos e costas. Em alguns casos podem comprometer as unhas e as articulações (artrite psoriásica). A psoríase pode se manifestar em qualquer época da vida sendo mais frequente entre 30 e 40 anos de idade afetando igualmente homens e mulheres.

Existem diversas formas de tratamento: produtos de uso local, banho de luz ultravioleta (fototerapia) e medicamentos orais e injetáveis. O tratamento é individualizado, dependendo do tipo e extensão das lesões e das características de cada pessoa.
Tem como prevenir?
Para prevenir que a pele fique desidratada e suscetível à doenças, vale apostar em hidratantes corporais à base de ureia, óleos vegetais e antioxidantes. Não tomar banhos demorados, e ao invés de quentes, mornos. Usar um sabonete com pH baixo. Ingerir líquido, manter uma dieta saudável. Não abrir mão do filtro solar, mesmo em dias nublados e se estiver com preguiça ou frio, opte pelos hidratantes que se usa debaixo do chuveiro, aproveitando o vapor d’água que ajuda na penetração dos ativos. Para os lábios não ressecarem, use manteiga de cacau e outros produtos umectantes disponíveis no mercado. Evite usar esponjas grossas, fazer esfoliações no corpo e rosto 1 vez ao mês para não remover ainda mais a camada protetora da pele. E tenha sempre toalhas macias para se secar!

Consultoria: Anelise Ghideti, dermatologista membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Médica colaboradora no Ambulatório de Doenças das Unhas no Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP

5 dicas simples para eliminar a flacidez em pouco tempo

5 dicas simples para eliminar a flacidez em pouco tempo

Leia também: Flacidez o que é

A flacidez é como a gripe, não discrimina ninguém. Ela aparece principalmente no abdômen, nas coxas, nas nádegas e nos braços. E ocorre tanto nos homens como nas mulheres, além disso, não importa se tem uma silhueta magra ou se está com uns quilinhos a mais.

O que gera essa condição na pele é a perda de colágeno e elastina. É principalmente resultado da má alimentação, do sedentarismo e de alterações no peso, por exemplo, durante a gravidez. Assim, no Incrível.club destacamos o que deve comer para conseguir com que seu corpo volte a ser firme e tonificado.

Faça isso para reafirmar seu corpo
1. Consuma proteínas
5 dicas simples para eliminar a flacidez em pouco tempo
© Creado por Valeria_aksakova – Freepik.com

Quando se busca adotar uma boa dieta é importante levar em consideração que, quando há a perda peso, o que é preciso eliminar é a gordura e não músculo. Por esta razão, o consumo de proteínas é fundamental. Você pode encontrá-las em alimentos como ovos, frango, peru, salmão e amêndoas. Mas se lembre de ter o cuidado de consumir uma quantidade adequada, de acordo com o seu estilo de vida e atividade física.

2. Adote alimentos antioxidantes
5 dicas simples para eliminar a flacidez em pouco tempo
© pixabay

Consumir este tipo de alimento ajuda a rejuvenescer a nossa pele, mantendo assim a sua elasticidade e firmeza. As frutas vermelhas e aquelas que possuem vitamina C, como a laranja, a uva e o limão, são ideais para fornecer colágeno.

Outros alimentos que cumprem essa mesma função são: maçã, kiwi, pepino, os legumes da cor laranja, como abobrinha, cenoura, além de azeitonas e pepino.

3. Evite junk food
5 dicas simples para eliminar a flacidez em pouco tempo
© pixabay

É claro que este tipo de alimento tem alto teor de gorduras ruins, portanto, o ganho de peso é resultado da retenção de líquidos, do inchaço e inflamação e, consequentemente, ocorre também a perda de firmeza. Reduza seu consumo. Ou, se conseguir, pare de uma vez de comer essas porcarias.

4. Lembre-se de beber água com frequência
5 dicas simples para eliminar a flacidez em pouco tempo
© Creado por Jcomp – Freepik.com

Não se esqueça de beber água, isso é essencial para manter uma boa hidratação de sua pele. Lembre-se de que a perda de colágeno gera flacidez.

5. Proteja-se do sol
5 dicas simples para eliminar a flacidez em pouco tempo
© pixabay

Ficar exposto ao sol de forma constante acabará fazendo com que sua pele perda o colágeno natural, por isso sempre cuide de sua pele, usando cremes que contenham proteção UV.

6. Não se esqueça do exercício
5 dicas simples para eliminar a flacidez em pouco tempo
Lembre-se de que o importante é manter seu corpo tonificado e isso se consegue com exercícios que trabalham a força e a resistência. Há muitas opções disponíveis, felizmente. Procure fazer o que gosta e que esteja de acordo com as suas necessidades.

Tenha em mente que praticar atividade de uma hora e meia distribuída durante a semana, funciona melhor ou do mesmo modo que praticar intensamente 3 vezes por semana.

Máscaras faciais

Máscaras faciais

Máscaras faciais FARMÁCIA
As máscaras faciais são cosméticos apropriados para corrigir as imperfeições estéticas da pele do rosto com objetivo de conferir um aspecto fresco e juvenil. Possui ainda efeitos semelhantes aos das loções, deferindo pela sua maior intensidade de ação.

Composição das máscaras faciais:
– Emolientes
– Despigmentantes
– Adstringentes
– Ativos

Tipos de máscaras faciais:
– Máscaras-cremes – são sistemas homogêneos, mais ou menos transparentes, segundo o hidrocolóide utilizado.
– Máscaras de dois corpos (2 fases) – são constituídas de 2 preparações distintas, uma na forma de gel e outra na forma ativa, que se misturam antes da aplicação.
– Máscaras instantâneas – são máscaras preparadas em institutos de beleza com ingredientes comuns de máscaras e pode ser adaptada a cada caso, em particular.

Leia também: Máscara de pepino comprar

As definições acima foram retiradas do curso de Cosmetologia, oferecido pelo Portal Educação e Sites Associados, um curso totalmente online, realizado através da internet, seguindo os parâmentros de qualidade de um curso a distância e receba o certificado com o selo da Abed – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Aprenda truques práticos para acabar com as olheiras

Aprenda truques práticos para acabar com as olheiras

Veja como amenizar o excesso de pigmentação na região dos olhos

Existem diversas causas para o aparecimento de olheiras. “Conhecida como pigmentação periorbitária, ela é multifatorial. Ou seja, possui vários fatores associados à sua presença: aspectos anatômicos e de pigmentação da pele, que podem ter influencia genética, além de fatores vasculares associados, por exemplo, a noites mal dormidas e problemas respiratórios”, explica a coordenadora do ambulatório especializado em cosmiatria (ramo da dermatologia voltado para a estética) da Unicamp, Raquel Tancsik Cordeiro.

Aprenda truques práticos para acabar com as olheiras
Veja como amenizar o excesso de pigmentação na região dos olhos

Escrito por Redação
Redação Minha Vida
Em 19/9/2016
compartilhar

salvar

Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a velocidade de leitura.Play!Ouça este conteúdo 0:00
100%AudimaAbrir menu de opções do player Audima.
Existem diversas causas para o aparecimento de olheiras. “Conhecida como pigmentação periorbitária, ela é multifatorial. Ou seja, possui vários fatores associados à sua presença: aspectos anatômicos e de pigmentação da pele, que podem ter influencia genética, além de fatores vasculares associados, por exemplo, a noites mal dormidas e problemas respiratórios”, explica a coordenadora do ambulatório especializado em cosmiatria (ramo da dermatologia voltado para a estética) da Unicamp, Raquel Tancsik Cordeiro.

Desta forma, segundo a especialista, o tratamento depende de qual fator é predominante. “Existem cremes que podem amenizar o aspecto das olheiras, assim como procedimentos, como preenchimentos, aplicação de laser ou luz pulsada”. O aparelho, que utiliza a luz como forma de tratamento, pode atenuar o escurecimento da pele. Usa-se uma faixa de luz compatível com a melanina e a hemoglobina, atingindo a pigmentação escura provocada pela primeira ou azulada ou arroxeada, causada pela concentração da outra.

olheiras

A genética é responsável pelas olheiras relacionadas ao excesso de vascularização, ou seja, concentração desproporcional de vasos sob a pálpebra. “Dessa forma, ao esticar a pálpebra inferior, inúmeros vasos podem ser visualizados”, afirma a dermatologista Carla Albuquerque.

Agora, se seu objetivo é só diminuir a cara de cansaço, aposte nos truques abaixo para dar uma aliviada no aspecto das olheiras:

Compressas de chá

– Camomila: Faça um preparado bastante concentrado e aplique gelado. Ou então, coloque uma colher de chá das flores em meia xícara de leite fervente. Espere 30 segundos. Coe e aplique com um algodão.

– Flor de limeira: Ferva um punhado em 250 ml de água por dez minutos. Deixe esfriar, coe e faça compressa várias vezes por semana.

– Hortelã: Prepare um chá com a erva e leve-o ao freezer até ficar bem gelado. Embeba um algodão faça compressas por 15 minutos.

Leia também: olheiras ante e depois

Aprenda truques práticos para acabar com as olheiras – Foto: Getty Images
Segundo Carla, essas compressas geladas são efetivas apenas nos casos de excesso de vascularização. “Para surtirem resultados, precisam ser feitas pelo menos três vezes ao dia. Melhoram temporariamente as olheiras por promoverem vasocontrição e, infelizmente, os resultados são muito breves”, completa.

Alimentos amigos
– Batata: Corte duas fatias finas e coloque uma sobre cada pálpebra. Após 20 minutos, lave o rosto com água fria.

– Pepino: Distribua as rodelas em volta da região ocular. Além de amenizar as olheiras, ele ajuda a atenuar o inchaço.

Conheça outros truques
– Massageie a região: Com a ponta dos dedos, faça movimentos suaves. Com isso, você aumenta a irrigação sanguínea.

– Reduza a ingestão de sal: A alimentação com muito sal pode aumentar a retenção de líquidos e piorar a congestão dos vasos da região, piorando o aspecto das olheiras. “Alimentos diuréticos, ricos em água e a própria ingestão de água podem ajudar a diminuir a retenção de líquidos e, eventualmente, suavizar as olheiras vasculares”, explica a dermatologista. Do mesmo modo, a drenagem linfática facial pode contribuir para o desinchaço do local.

– Lave o rosto com água quente: A prática estimula a circulação sanguínea e a dilatação dos vasos, diminuindo as bolsas.

– Hidrate: Hidratantes têm a mesma função da água quente, especialmente se usados logo de manhã. Evite álcool e cigarro: O hábito de fumar e beber congestiona ainda mais os vasos e ainda provocam dilatação e aumento do fluxo sanguíneo deles.

Desta forma, segundo a especialista, o tratamento depende de qual fator é predominante. “Existem cremes que podem amenizar o aspecto das olheiras, assim como procedimentos, como preenchimentos, aplicação de laser ou luz pulsada”. O aparelho, que utiliza a luz como forma de tratamento, pode atenuar o escurecimento da pele. Usa-se uma faixa de luz compatível com a melanina e a hemoglobina, atingindo a pigmentação escura provocada pela primeira ou azulada ou arroxeada, causada pela concentração da outra.

olheiras

A genética é responsável pelas olheiras relacionadas ao excesso de vascularização, ou seja, concentração desproporcional de vasos sob a pálpebra. “Dessa forma, ao esticar a pálpebra inferior, inúmeros vasos podem ser visualizados”, afirma a dermatologista Carla Albuquerque.

Agora, se seu objetivo é só diminuir a cara de cansaço, aposte nos truques abaixo para dar uma aliviada no aspecto das olheiras:

Compressas de chá

– Camomila: Faça um preparado bastante concentrado e aplique gelado. Ou então, coloque uma colher de chá das flores em meia xícara de leite fervente. Espere 30 segundos. Coe e aplique com um algodão.

– Flor de limeira: Ferva um punhado em 250 ml de água por dez minutos. Deixe esfriar, coe e faça compressa várias vezes por semana.

– Hortelã: Prepare um chá com a erva e leve-o ao freezer até ficar bem gelado. Embeba um algodão faça compressas por 15 minutos.

Aprenda truques práticos para acabar com as olheiras – Foto: Getty Images
Segundo Carla, essas compressas geladas são efetivas apenas nos casos de excesso de vascularização. “Para surtirem resultados, precisam ser feitas pelo menos três vezes ao dia. Melhoram temporariamente as olheiras por promoverem vasocontrição e, infelizmente, os resultados são muito breves”, completa.

Alimentos amigos
– Batata: Corte duas fatias finas e coloque uma sobre cada pálpebra. Após 20 minutos, lave o rosto com água fria.

– Pepino: Distribua as rodelas em volta da região ocular. Além de amenizar as olheiras, ele ajuda a atenuar o inchaço.

Conheça outros truques
– Massageie a região: Com a ponta dos dedos, faça movimentos suaves. Com isso, você aumenta a irrigação sanguínea.

– Reduza a ingestão de sal: A alimentação com muito sal pode aumentar a retenção de líquidos e piorar a congestão dos vasos da região, piorando o aspecto das olheiras. “Alimentos diuréticos, ricos em água e a própria ingestão de água podem ajudar a diminuir a retenção de líquidos e, eventualmente, suavizar as olheiras vasculares”, explica a dermatologista. Do mesmo modo, a drenagem linfática facial pode contribuir para o desinchaço do local.

– Lave o rosto com água quente: A prática estimula a circulação sanguínea e a dilatação dos vasos, diminuindo as bolsas.

– Hidrate: Hidratantes têm a mesma função da água quente, especialmente se usados logo de manhã. Evite álcool e cigarro: O hábito de fumar e beber congestiona ainda mais os vasos e ainda provocam dilatação e aumento do fluxo sanguíneo deles.

O que é colágeno? Veja 11 benefícios e saiba quando usar

O que é colágeno? Veja 11 benefícios e saiba quando usar

Envelhecimento precoce, surgimento de rugas, celulites e flacidez são alguns problemas de pele que costumam deixar muita gente de cabelo em pé. O receio de envelhecer faz com que a busca por métodos que amenizam os efeitos do tempo sejam cada vez maiores.

E é aí que entra o colágeno, uma proteína de origem animal que dá firmeza à pele e que pode ser encontrada em alimentos e até em cápsulas. Seus benefícios são extensos, mas o principal deles nós já adiantamos: faz um bem danado para a saúde da pele.

Você também pode se interessar por essa matéria:

Tipos de colágeno e 5 dicas para potenciar seus benefícios
Abaixo, explicamos tudo o que você precisa saber o assunto. Descubra o que é colágeno, quais vantagens ele pode oferecer e o que o faz ser tão buscado.

O que é colágeno?
Quando você apalpa suas orelhas ou a ponta do nariz, por exemplo, você percebe o quanto eles são maleáveis e, ao mesmo tempo, resistentes? Então, é exatamente essa a função do colágeno.

7 cuidados com pele e cabelo para praticar exercícios
Como tirar estrias? Entenda o problema de pele e livre-se dele
Limpeza de pele: quando é necessário fazer?
Atividade física rejuvenesce a pele, diz estudo
Ele é a principal proteína estrutural do nosso corpo e tem origem animal. Sua função primordial é dar firmeza, sustentação e elasticidade à pele, cartilagens, músculos e estruturas do corpo que não precisam da sustentação dos ossos — apenas de suporte.

Leia também: Fascia colágeno funciona

O colágeno é bastante encontrado em alguns alimentos específicos. Durante a digestão, ele é transformado em aminoácidos, que são usados na síntese de proteínas para todo o organismo.

As maiores fontes de colágeno são:

Gelatina;
Carnes e ovos;
Frutas cítricas e frutas vermelhas;
Castanhas, nozes e amêndoas;
Aveia e soja;
Tomate, pimenta e beterraba;
Vegetais de cor verde-escura e laranja;
Chá branco;
Alho;
Peixes e ostras;
Feijão;
Brócolis;
Ervilha;
Uva.
11 benefícios do colágeno
Ajuda na hidratação e elasticidade da pele;
Fortalece o cabelo, unhas, ossos e articulações;
Dá saciedade, e portanto também ajuda na perda de peso;
Ajuda a evitar as chamadas úlceras de pressão, que são lesões que se formam na pele quando uma parte do corpo fica muito tempo na mesma posição;
Reduz o surgimento de rugas e ajuda a tratar as rugas que já estão presentes;
Trata cicatrizes;
Ajuda na saúde hormonal e na saúde dos dentes;
Reveste o intestino, evitando inflamações;
Ajuda a desintoxicar o fígado e curar os efeitos da ressaca no dia seguinte;
Melhora a resistência dos músculos;
Regula a produção de insulina.
O segredo do colágeno e o que faz ter tantos benefícios está no fato de ser uma proteína que o próprio organismo é capaz de produzir, mas que pode (e deve) ser consumida via dieta ou suplementação.

Leia também: Skin renov é bom

Ele ajuda a deixar o corpo bonito por fora e funcionando bem por dentro também.

Quando devo usar colágeno?
Quando a pessoa apresenta níveis considerados baixos de colágeno no organismo, é indicado que ela dê atenção especial aos alimentos descritos acima. Porém, os suplementos de colágeno também podem ser uma boa pedida e não têm contraindicação.

Mas como saber que você está com pouco colágeno? É simples. O corpo nos envia alguns sinais, que podem ser:

Aumento da flacidez e perda de elasticidade da pele;
Diminuição da espessura dos fios de cabelo;
Surgimento de rugas e de linhas de expressão, principalmente no rosto;
Aparecimento de estrias e celulites em maior quantidade;
Sensação de pele fina e desidratada;
Diminuição da densidade dos ossos, como nos casos de osteopenia e osteoporose;
Enfraquecimento das articulações e dos ligamentos.
É importante não exagerar no uso da suplementação. Nutricionistas recomendam cerca de 10 gramas de colágeno por dia. Quantidades maiores podem sobrecarregar os rins e tampouco surtem algum efeito benéfico, pois todo colágeno em excesso é eliminado pela urina.

Varizes – Mais do que apenas um defeito

Varizes – Mais do que apenas um defeito

Contrariando a opinião vigente – sobretudo a de antigamente – de que se trata apenas de um problema de beleza, ou de um sinal da idade, com o qual nos tínhamos de conformar. As varizes também têm um significado clínico. Quando não tratadas, varizes pequenas podem transformar-se em varizes grandes, da grossura de um dedo e salientes. Podem não só originar queixas graves, como também constituir um grande perigo para a saúde. Se não forem tratadas, existe a possibilidade de causarem danos vasculares crónicos e até úlceras dolorosas.

Leia também: Varicell

Através da terapia esclerosante, ou de uma operação às veias (chamada stripping), as varizes podem ser retiradas. As causas das varizes são, contudo, válvulas venosas que fecham mal. Fazem com que o sangue volte a acumular nas veias. Devido ao aumento constante do volume de sangue, as paredes dessas veias dilatam com o tempo e formam as varizes. Para apoiar o sistema de válvulas venosas, na maioria das vezes é prescrita a utilização de meias de compressão.

Se detectar varizes nas suas pernas, fale com o seu médico de família ou consulte um flebologista ou dermatologista.

 

Creme Firmador Funciona

Creme Firmador
A linha Creme Firmador assegura benefícios que vão além de perfumar e hidratar o corpo, ela também promete trazer firmeza à pele, tornando-se assim a primeira linha de performance da marca.

PRODUTOS
A identidade visual da linha é assinada pela artista catarinense Renata Moura, que compôs o design das embalagens e ilustrações a partir dos contornos e cores vibrantes do fruto e de símbolos da cultura nordestina. Uma gracinha essa pegada meio vintage das embalagens, né?

Leia também: Skin renov reclame aqui

Aliás, eu acho incrível que até na escolha dos artistas que ajudam a conceber a identidade dos produtos, a L’Occitane au Brésil exalta muito sua brasilidade ♥

Leia também: Creme firmador funciona

SABONETE MASSAGEADOR CAJÚ

Inspirado nas belas curvas do Caju, este sabonete de base vegetal limpa e massageia o corpo. Com partículas de Caju, ele ajuda a ativar a circulação da pele com a ação da massagem, preparando-a para receber o tratamento cosmético firmador.

Preço médio R$23 | 90 g | Veja mais informações no site de L’occitane au Brésil

CREME HIDRATANTE FIRMADOR CAJÚ

Este creme hidratante com extrato de Caju proporciona uma ação firmadora na pele imediatamente após a aplicação*. A fórmula com efeito tensor deixa a pele visivelmente mais firme e resistente*, além de mantê-la hidratada por 48 horas**.

*Teste em uso com 33 voluntárias por 4 semanas.
**Teste de corneometria com 12 voluntárias.

Preço médio R$105 | 200 ml | Veja mais informações no site de L’occitane au Brésil

O QUE EU ACHEI
Testei o produto durante 45 dias, aplicando em apenas uma das pernas e um lado do bumbum, assim eu teria como comparar o resultado a olho, e não só no feeling, sabe?

Visualmente o creme não fez muita diferença. PORÉM acho importante dizer que minha pele é bem firme, então talvez eu não seja referência neste quesito. Usei o sabonete massageador durante o banho para ativar a circulação na região e depois, com a pele fresca, aplicava o creme firmador. Fazia esse ritual 1 vez ao dia e logo nas primeiras vezes já conseguia sentir a pele mais firme.

Essa sensação prevaleceu durante os 44 dias restantes de teste. Bem aos pouquinhos a pele ficava mais firme e eu conseguia sentir essa melhora através da diferença de textura de uma perna para a outra. Alguns dias depois que terminei o teste, a pele voltou ao normal – ou seja, o efeito não é duradouro.

RESUMINDO
O creme firmador Cajú é um excelente hidratante com benefícios. Além disso, nunca senti uma textura tão encorpada e densa em um hidratante corporal. Só de pegar no produto você já tem a impressão que ele funciona mesmo, sabe? Talvez se você tiver uma pele mais flácida, ele possa fazer milagres, haha!

Os únicos pontos negativos que observei é que o efeito firmador não perdura e ele não rende tanto. Se eu tivesse aplicando nas duas pernas e bumbum, além de barriga e braços, provavelmente ele duraria pouco mais de um mês.